sábado, 18 de setembro de 2010

Vejo você



Vejo você
Na leveza indescritível de suas mãos sobre meu corpo
No sublime encontro entre a razão e a emoção
Onde as luzes conseguem se acender na escuridão
E eu vejo você
Perdido entre meus cabelos
e seus olhos perseguem os meus
diante desse instante embriagante
eu vejo você
Em todas as nuances e percepções
No sabor felino do nosso encaixe
Na longínqua viagem entre o estar e o querer
Vejo
Seu rosto suave de desejo e ternura
Seu abraço que envolve minha alma
A voraz fome de tudo o que pode ser
Você
capaz de me inebriar entre delírios e toques
sorvendo todos os fluídos de nosso prazer
na intensidade adverbial da minha entrega
E é só o que vejo... você...

0 Sentiram na Pele:

© Copyrigth 2009 Danny Montenegro Por Desejo a Flor da Pele
Todos os direitos reservados