segunda-feira, 20 de setembro de 2010

Constância



Vento e fogo
Queimando a brisa de meus planos
E nesse corpo ferido
as cicatrizes do teu abandono
Palavras ásperas que acalentam a minha ânsia
E perdida entre o purificar e o perder
Sigo envolta em seus vultos
Sentindo o gosto amargo de sua lembrança
Marcada pelo perfeito encontro
Tatuada com seu aroma
E mesmo que minha alma te deixe
Meu corpo suplica por tuas mãos
Minha boca pede tua saliva
E ainda percebo teus olhos em minhas curvas
Não mais me enganes com o teu prazer
Porque meu corpo arde de tua ausência
E no meu mais íntimo, em meu âmago
Ainda espero com intensidade
Que essa dor da saudade
Se transforme na fecundidade...
...de sua presença!

1 Sentiram na Pele:

EU SOU NEGUINHA disse...

Adorei o post
Beijos

© Copyrigth 2009 Danny Montenegro Por Desejo a Flor da Pele
Todos os direitos reservados