sexta-feira, 2 de julho de 2010

A posse

As horas passam, e entre arquivos, orçamentos, anotações, um rápido almoço e mais atenção ao serviço, encerra-se o expediente. Luísa vão ao toillet arrumar-se para ir embora, quando passa em frente a uma sala e nota na porta o nome de “Dr. Fábio”, vê também que continua com a luz acesa.

Como é a única pessoa no andar, além dele claro, ensaia um malicioso sorriso. No toillet passa um batom, um pouco de perfume, solta os cabelos, e esconde a bolsa e o terno. Encaminha-se à sala de Fábio, dá duas batidinhas na porta:
- Quem é? A porta está aberta.
A voz inconfundível a faz arrepiar e sorrir.
Abriu dois botões da blusa, respirou fundo, e sem falar nada abriu a porta e entrou. Na sala, trancando a porta por trás de si.
- Olha só, você...
- É Dr. Fábio, rsrs, dias atrás foi minha entrevista, hoje tomei posse do meu cargo, e quero mostrar-lhe do que sou realmente capaz.
Falava isto enquanto caminhava em direção a Fábio, lenta e sensualmente, desabotoando e tirando a blusa.
Ele extasia-se ao vê-la assim, poderosa, senhora de si, provocando-o deliciosamente.
Continua...

Para ler todo conto clique: Aqui

Por: Connery

0 Sentiram na Pele:

© Copyrigth 2009 Danny Montenegro Por Desejo a Flor da Pele
Todos os direitos reservados