sexta-feira, 2 de julho de 2010

No Taxi

Eram aproximadamente 21 h, uma semana após as provas da faculdade, dia de saber resultados. Cálculo 2, famigerado, fez mais uma vítima, ela, na plenitude de seus 28 anos, segundo curso, pela primeira vez reprovada, em toda sua vida estudantil.
Tão zangada ficou, que dispensou o coletivo, chamou um táxi.
Ao chegar, o motorista não acreditou no que viu, uma ruiva jovem, vestindo uma blusa preta com zíper frontal, e uma saia evasé, meio rodada, que valorizava suas pernas bem torneadas e sua bundinha empinada, toda de preto com brilho nos lábios, uma linda visão...
Ela também admirou-se da beleza e juventude do taxista.
A situação acadêmica a deixara tensa, e isto a faz falar mais que o costume.
Não queria ir pra casa tão cedo, mandou ele rodar pela cidade, e começaram uma boa conversa...
De repente ela pede:
- posso sentar ai na frente com você?
Assim ficaria melhor observar o caminho e conversar com ele.
Sentou ao lado do jovem condutor, recostou-se no banco, e continuaram passeando...
Continua...
Para ler todo conto clique: Aqui

Por: Connery

0 Sentiram na Pele:

© Copyrigth 2009 Danny Montenegro Por Desejo a Flor da Pele
Todos os direitos reservados