domingo, 4 de abril de 2010

Realidade, Sonho, Virtual ou Real??


Rolo na cama, o desejo de ter você comigo consome o meu corpo

Tocar-me já não mais me satisfaz, minhas mãos ásperas não é o que pede meu corpo, ele clama pelo calor do teu, as chamas ardentes do meu desejo me fazem chamar baixinho o teu nome.

O sono me transporta para teus braços, mas o sonho me parece tão real...

Sinto suas mãos a percorrer o meu corpo, sua pele macia, a acariciar minha face, meus lábios o gosto do teu, e no ritmo de uma dança nossas línguas se entrelaçam...

O ar me parece rarefeito, mas não arrisco para de beijar-te.

Teus seios macios pressionam o meu peito, minhas mãos atrevidas buscam o centro do teu prazer, e te sinto pronta, escorre em meus dedos o néctar do teu desejo, levo a boca e teu gosto me faz ansiar por sugar todo o seu prazer... te queiro inteira, te quero faceira, te quero pra mim..

E desço suave a percorrer o teu corpo, entre beijos e mordidas sinto sua pele arrepiar, paro um momento para nos teus seios me deliciar.Teu corpo inflama, te sinto em brasas aumentando em mim o desejo de te saciar.

Desço pelo ventre macio, enquanto te escuto suspirar, tua respiração ofegante, teus sussurros entrecortados, me fazem querer fundir o meu corpo ao teu e desse sonho? Talvez nunca mais acordar

Arranha-me a pele, e imploras pra te saciar, chego ao centro do teu prazer, aquele vinho esquecido ao lado da cama, escorre agora pelo teu corpo, e no beijo mais intimo sinto o doce do vinho ao teu gosto se misturar, teu recôndito secreto inundado pela mistura agridoce do vinho e do teu prazer, não me deixam parar, e sinto teu corpo vibrar, e sem que eu espere, mudas de posição, segues agora no comando, sem permitir que eu deixe de me deliciar, com o mel com gosto de vinho que sai de ti.

Meu membro a esse momento teso e rijo, sente suas mãos quentes, esqueço de tudo ao sentir os teus lábios, e língua,te sugo ainda com mais prazer, ao  sentir que derramas sobre mim o que sobrou na taça de vinho, e passas beber no meu próprio corpo, deliro de prazer ao me sentir preencher o recanto mais intimo da tua boca...

No vai e vem delicioso, nas mais intima das danças dos corpos, te sugo enquanto me sugas, e explodo em gozo no mesmo instante em que escorre em mim todo deleite do teu prazer...

Acordo extasiado, ofegante e noto que mais uma vez os momentos vivido pela tela do computador invadem o meu inconsciente  num desejo intenso de te trazer pra minha realidade.

4 Sentiram na Pele:

Lex Faria disse...

Confesso qeu é até paradoxal, tentar comentar uma vez qeu me deixou simplesmente sem palavras, mas em suma, conseguiste captar a verdadeira essencia...
A de como os desejos podem ser intensos ainda que vindos de um contato, a princípio virtual...
Parebéns, se isso é o que faz de improviso, devo me preparar para ler o que faz com mais tempo rsrsrsrs

marihe disse...

como disse Alex.. se isso é de improviso...... caramba...

Lolis disse...

Dannymore,

Tuas palavras são teus espelhos. Tua maior força é essa... a essencia que o Lex disse.
Devo falar mas só pra ti com o rosto corado que, lendo teu texto eu tive sensações quase reais... eu lia e sentia...
Tua mágica! Pura alquimia sedutora.

Ps. Penso que os desejos são por vezes mais intensos quando estão no virtual mas que precisa explorar depois no real caso contrário, a gente cansa, desanima pois o toque vai além das palavras a pele precisa da alma como a alma também precisa da pele. Uma não vive sem a outra...

Beijãaaaaao TE ADOROOOOOOOO!

Aurora.

Simone Santos disse...

Nossa, que coisa linda e mágica, parabéns a vc pelo texto, estou me sentindo exatamente assim, completamente absorvida virtualmente, ameiii, vou compartilhar!!!

© Copyrigth 2009 Danny Montenegro Por Desejo a Flor da Pele
Todos os direitos reservados