segunda-feira, 28 de setembro de 2009

Um desconhecido, prazer sem igual


Mas num movimento inesperado, ele a segura pelo pulso impedido-a de afastar se, com o coração disparado, ele a fita fixamente tentando entender o conflito estampado em seus olhos. Mas por fim ele toma uma decisão e em questão de segundos, fica em pé puxando-a para junto de si, numa ânsia tão grande que nem percebe os alimentos espalharem-se pelo chão.
Então, ele a beija, com uma paixão desenfreada, que beirava o mais completo desespero, ele a queria como jamais pensara desejar uma mulher e irai tê-la ali e naquele momento.
Ao tocá-la de leve nos seios ela arqueara as costas e gemera de prazer excitando-o loucamente. Através do tecido fino da blusa ele massageara os mamilos eretos, até ouvi-la murmurar palavras desconexas.
Encorajado pelas reações femininas, ele não perdera tempo em livrá-la da blusa e do sutiã, expondo os seios firmes.
Ele queria chupar os bicos até fazê-la gozar, mas limitou-se a beijos ternos e delicados. Aquele era um momento especial e não deveria ser esgotados em poucos minutos.
Ela, porém já havia perdido o controle de si mesma e o puxara com força de encontro aos seios, obrigando-o a sugá-los. Ele fez o que ambos queriam e depois de alguns minutos enterrou o rosto no peito perfumado.
Ela pede que ele a possua logo, e ele lhe diz que é isso que ele pretende fazer, mais sem pressa.


Para ler todo o conto clique: Aqui

1 Sentiram na Pele:

marcia carvalho3♥♥Atrevida disse...

ADOREI !!!!!!!!!!!LINDO
FAÇA UMA VISITA BEIJOS

© Copyrigth 2009 Danny Montenegro Por Desejo a Flor da Pele
Todos os direitos reservados