domingo, 30 de agosto de 2009

Perdida


Escondida entre desejos e taras
Fetiches e momentos
Revelada, nua
Trancada em meus devaneios loucos...
E...
Escrevo sobre você
Mas sua presença é vazia
Seus lábios não tocam o meu
Sua pele não roça a minha
Distante, ausente
Delirante...
Entonteço entre sussurros solitários
Toco-me
Arrependo-me
E já não sei a medida da minha sanidade
Desrazão, feitiço
Confusa, chamo-te:
Quero, anseio!
E nesse caos busco respostas
Claridade nas sombras
Trevas na luz
Parodoxo, antítese, dicotomias...
Perdidamente enebriada de vontade de ti!

1 Sentiram na Pele:

Se o "se" não tivesse ficado só no "se" disse...

Estou desse jeito também, sempre que venho aqui, me identifico muito!

© Copyrigth 2009 Danny Montenegro Por Desejo a Flor da Pele
Todos os direitos reservados