sábado, 11 de julho de 2009

A Carta


A primeira excitação que senti foi quando vi as mãos dele, sua habilidade. Existem pessoas que gostam de olhos ou bocas, mas pra mim uma mão diz tudo, você sabe. E ele soube começar nosso envolvimento. Um beijo na minha mão. Aquilo me fez tremer, me arrepiou a pele toda. Então veio o primeiro beijo. Nada como um beijo provocador pra nos dar uma idéia do que será o resto...Então percebi que estava entregue, não podia resistir.
Era uma vertigem, uma loucura. Suas mãos em meu corpo, seus beijos. Nada como se sentir desejada e desejar, sem medo. Sentia meus seios firmes, minha respiração ficar ofegante, meus lábios molhados...Uma vontade incontrolável de beijar e ser beijada. Vontade de devorá-lo com minha boca, e foi o que fiz... Sem vergonha me deixei levar pelo momento, pelo gosto do seu corpo. E entre pernas e gemidos senti meu corpo todo explodir em seguidos orgasmos, como nunca. E não queria sair dali...Sentia-me cada vez mais desafiada, provocada pelas palavras dele, em abrir minhas pernas e deixar que ele me penetrasse com força. E nossos corpos se misturaram num enlaçar fervente de entusiasmo e prazer. Continua...


Para ler todo o conto clique Aqui

1 Sentiram na Pele:

Anônimo disse...

Não sei exatamente quem você é, mas tem uma de vocês que é a mulher dos meus sonhos. Lindo texto, emocionante, apesar de rápido.
Beijos meninas.

© Copyrigth 2009 Danny Montenegro Por Desejo a Flor da Pele
Todos os direitos reservados