domingo, 26 de julho de 2009

O despertar de uma paixão


Ele sem querer, ou até mesmo inconscientemente, pegou em sua mão e um misto de tensão e prazer fez com que eles se levantassem no mesmo instante. Ela pediu que eles continuassem aquela conversa depois, pois no momento ela não estava em condições de terminar o assunto.
Ele concordou. Mas ao se despedirem, ao invés de um aperto de mão ou um inocente beijo no rosto ele a puxa para si, e cola o seu corpo no dela. Ela abre a boca para um protesto, mas ele aproveita a oportunidade e beija-a de forma selvagem e avassaladora. De início ela tenta protestar mas, ao sentir a língua morna penetrar a sua boca, ela se entrega àquele beijo como se estivesse sucumbida por uma força maior que ela. Ela agarra-se a ele e pede em pensamento que aquele momento dure para sempre, era maravilhoso mais uma vez poder sentir a boca de um homem pressionar a sua e a língua descobrir os cantos mais secretos de sua boca, enquanto as mãos fortes dele passeiam por todo o corpo dela.
Como que saída de um transe, ela desperta e afasta-se dele, que pede desculpas e sai rapidamente, sem dar a ela o tempo de dizer alguma coisa. O restante do dia ela não conseguiu fazer mais nada, pois o gosto do beijo dele e a sensação maravilhosa de estar nos seus braços não saiu um só minuto de sua mente.
Algo lhe dizia que aquilo não iria parar por ali, e nem ela queria que parasse; agora que renasceu mais uma vez dentro dela a chama do desejo, ela queria se deixar queimar por ela sem pensar nas consequências e sem lembrar-se um só instante da promessa que fizera de não mais deixar que um homem entrasse em sua vida. Continua...

Para ler todo conto clique Aqui

0 Sentiram na Pele:

© Copyrigth 2009 Danny Montenegro Por Desejo a Flor da Pele
Todos os direitos reservados